Exame de sangue facilita o diagnóstico de câncer de próstata

De forma simples e rápida, um exame de sangue conhecido por PSA facilita o diagnóstico de câncer de próstata, quarta causa de morte por câncer no Brasil. O exame detecta anormalidades que possam ocorrer na próstata, uma glândula masculina localizada abaixo da bexiga. A alteração no nível de uma enzima (antígeno prostático específico – o PSA) serve como motivo de alerta para que outros procedimentos de investigação médica sejam tomados.

A cada mês, o Laboratório Municipal de Araucária realiza, em média, 600 exames de PSA. O local conta com um equipamento totalmente automatizado que é responsável por este e outros tipos de exames realizados no Laboratório. “Não tem ninguém que lança o resultado. Ele vai direto do equipamento para um programa do computador”, explicou o coordenador do Laboratório, Glauber Becker Amaral destacando a tecnologia utilizada. Segundo ele, em cerca de uma semana o resultado já está nas mãos do paciente.

Para fazer o exame, o homem precisa antes ser atendido em uma unidade de saúde e, após avaliação médica, receber o encaminhamento para o Laboratório Municipal. A recomendação é para que o exame seja realizado a partir dos 40 anos. Há regras que precisam ser seguidas para que este possa ser feito. Na unidade de saúde, o homem receberá todas as orientações necessárias.

A clínico geral Juliana Elisa Hoffmann Beraldo, da Unidade de Saúde do bairro Califórnia, explica que, quando se trata de prevenção, o número de homens que procuram o local é baixo. Há predomínio das mulheres na procura por orientações e atendimento preventivo. Segundo ela, os homens acabam buscando o serviço de saúde apenas quando já há alguma queixa. Nas unidades, são os clínicos gerais que solicitam o exame do PSA. “Nós pedimos o exame, avaliamos o resultado e, se houver alteração [fora da margem considerada aceitável], encaminhamos para o urologista”, explicou a médica.

Conscientização
O câncer de próstata é o sexto tipo de câncer mais comum no mundo. Estima-se que de cada quatro casos detectados, três são de homens acima de 65 anos. O Mês Azul, uma mobilização coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) em prol da saúde do homem, reforça agora em novembro a importância da prevenção e do diagnóstico precoce de doenças comuns para esse público. É a primeira vez que a Prefeitura Municipal, através da SMSA e parceria de outras secretarias, realiza o evento.

As unidades de saúde de Araucária se prepararam para dar uma atenção especial ao assunto e os profissionais estão prontos para esclarecer dúvidas e dar as orientações necessárias. O homem (ou algum familiar) pode se dirigir a unidade de saúde mais próxima e fazer um agendamento. Ter hábitos saudáveis e alimentação adequada, aliados a prática de exercício físico, são apontados como meios importantes de prevenir muitas das doenças.