UPA e SAMU iniciam atendimentos

Dois novos serviços foram inaugurados em Araucária: uma Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)  Metropolitano, também para atendimento de urgências e emergências 24 horas. A UPA iniciará os atendimentos nesta terça-feira (07), a partir das 07 horas.

O SAMU já está em funcionamento, no entanto nestes primeiros dias pode haver algum tipo de instabilidade nas chamadas devido à migração das ligações para a nova central. De qualquer maneira, se a ligação não cair na central de regulação em Curitiba, será atendida pela antiga central de ambulâncias do município, até que o serviço esteja estável. A empresa de telefonia Oi se comprometeu em sanar o problema o quanto antes, mas por enquanto a pendência continua.

Com a implantação dos novos serviços em Araucária será possível melhorar o atendimento prestado atualmente para a população. “Com certeza é um grande ganho para os araucarienses no setor da saúde. A cidade está crescendo e o poder público está trabalhando para suprir essa demanda de serviços. Será muito bom contar com o reforço que essas duas estruturas permitirão trazer ao município, complementando a rede de urgência municipal já existente, as unidades básicas de saúde, atendimento no NIS III, Pronto Atendimento Infantil, HMA e agora com a UPA e o SAMU”, relata o secretário municipal de Saúde, Dr. Haroldo Ferreira.

UPA
O Núcleo Integrado de Saúde (NIS) continuará realizando atendimento 24 horas na cidade. A UPA será mais uma unidade de pronto atendimento de urgência e emergência em Araucária, ganhando a referência para o serviço. O local contará com equipamentos de última geração e com equipe qualificada, em um espaço totalmente novo e adequado para atender a população.

“Quando o paciente der entrada nesta unidade receberá atendimento imediato de acordo com a classificação de risco. Caso seja necessária a realização de exames complementares, como laboratoriais e raio-x, serão realizados no próprio local sem a necessidade de deslocamento  para outro serviço. A UPA possui também leitos para manter o paciente em observação nos casos necessários”, explica o diretor do Departamento de Gestão Hospitalar de Urgência e Emergência da cidade, Dr. César Augusto Neves Luiz.

Equipamentos na UPA
A UPA contará com equipamentos modernos, como o sistema de raio-x digital, que poderá arquivar imagens digitalmente e facilitar a transmissão dos dados. Para a implementação do sistema completo de raio-x, arquivamento e digitalização de imagens, o investimento realizado foi de R$ 270 mil. O sistema digital permite uma visualização da imagem radiológica mais nítida, proporciona maior rapidez no processamento da imagem e diagnósticos mais precisos devido ao alto contraste obtido na imagem.

“Essa aparelhagem segue tendência ecológica, já que agride menos o meio ambiente do que o sistema convencional, pois não utiliza filmes, nem produtos químicos para revelação e não necessita de papéis para visualização do resultado. A imagem ainda pode ser transmitida eletronicamente de um local para outro, o que facilita a consulta remota por outro especialista. Outra vantagem é a redução da exposição do paciente e do operador do equipamento à radiação”, comenta  o diretor do Departamento de Gestão Financeira da SMSA, Erci Kwiatkowski.

SAMU
O serviço de regulação do SAMU Metropolitano atende os chamados de urgência e emergência por meio do telefone 192. Este serviço realiza o atendimento em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas.

Ao ligar 192 a ligação é atendida por técnicos na central de regulação que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. “Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente. Poderá orientar a pessoa a procurar um posto de saúde; designar uma ambulância de suporte básico ou avançado”, explica o coordenador da base descentralizada do SAMU em Araucária, Márcio Gober.

Suporte SAMU
Araucária dispõe de uma ambulância de suporte avançado tripulada por: um profissional médico, um enfermeiro e um condutor socorrista; e ainda, duas ambulâncias de suporte básico tripuladas por: um condutor socorrista e um técnico de enfermagem.

Estas equipes estão habilitadas para  realização de  atendimentos de urgência  e emergência de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.
O SAMU contará com transporte aéreo de suporte quando houver a necessidade em casos que exijam esta característica.

Sinal com sistema especial
Um dispositivo semafórico foi implantado no cruzamento da saída do SAMU devido ao sistema de ambulâncias. Com a aproximação do carro de socorro, o semáforo é bloqueado para os outros veículos, ficando verde apenas para a passagem das ambulâncias.

SAMU regional
O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) da Região Metropolitana de Curitiba começará a operar em 15 municípios, nesta primeira etapa de implantação. A base operacional descentralizada ficará instalada no Complexo de Saúde São Vicente de Paulo, já a central reguladora fica em Curitiba. A sub-região de Araucária incluirá também as cidades de Contenda, Lapa e Mandirituba, cidades que terão uma ambulância básica em cada local.

Transporte sanitário continua pelo 0800
A atual central municipal de remoção que gerencia transporte para serviços de saúde, fornecida pelo município para atendimentos agendados continua existindo. A partir do momento que as questões de telefonia forem sanadas pela empresa Oi e que todas as ligações realizadas para o telefone 192 caiam na central de regulação em Curitiba, a central de ambulância de Araucária não incluirá mais serviços de urgência e emergência, apenas eletivos. O número de telefone para este atendimento eletivo é o 0800-6433007.