Secretaria Municipal de Esporte e Lazer

Araucária tem o primeiro karateca cadeirante faixa preta federado do Paraná

Com confiança, movimentos fortes e precisos, o cadeirante Anderson Aparecido da Silva conquistou a faixa preta de karatê. O exame foi realizado pela Federação Paranaense de Karatê, na quarta-feira (13) no CSU, em Araucária. Com isso o araucariense se tornou o primeiro atleta paranaense cadeirante federado a conquistar a graduação.

A conquista deixou o atleta mais próximo de realizar um sonho: participar de alguma paraolímpiada. O karateca é bicampeão brasileiro do Campeonato Brasileiro de Karatê na modalidade de kata – simulação de movimentos de ataque e defesa (2015, em Joinville e 2017, em Londrina) e foi campeão paranaense este ano. Aptidão não falta, pois já conquistou vários títulos, mas Anderson é pé no chão. “Sonhar não custa nada. Eu vou tentar, vou dar o máximo de mim e se eu tiver mérito, quero ter a chance de disputar. Iria ser perfeito, mas sei que ainda tem muito chão pela frente para isso acontecer”, comenta. Infelizmente o karatê ainda não está incluído nas paraolimpíadas e é uma luta dos atletas.

Para se aperfeiçoar e obter os títulos, o atleta adapta movimentos para compensar sua limitação com as pernas. Foram 11 anos de treino, muita perseverança e determinação. Anderson treina 3 vezes na semana e dá aula de karatê 2 vezes na semana, em um projeto que desenvolveu no bairro Tupy, na ONG Tribo dos 12. Atualmente tem só uma aluna com deficiência, a Maria, mas já chegou a ter 3 ao mesmo tempo.

Além de ser inspiração no projeto do Tupy, seu professor da Secretaria de Esporte e Lazer, o sensei João Carlin Padilha, conta que no CSU, local onde Anderson treina, outros dois alunos com deficiência começaram a frequentar as aulas depois que Anderson começou a ter destaque.

De acordo com o atleta uma das dificuldades encontradas por algumas pessoas com deficiência está na questão da mobilidade urbana e falta de acesso a alguns espaços e locais. O exame de faixa de Anderson inclusive, foi realizado em Araucária, para facilitar o deslocamento do karateca até o local.

Como tudo começou
Anderson nasceu com paralisia infantil e até os 15 anos só usava cadeira de rodas. Após essa idade passou a andar com a ajuda de muletas. Atualmente Anderson usa a cadeira de rodas só para o treino. Ela é esportiva e foi milimetricamente desenhada para o atleta.

Anderson conta que sempre se interessou por artes marciais. Há 11 anos o atleta começou a frequentar o ginásio do CSU e assistir aos treinos, caminhava cerca de meia hora com suas muletas para isso e conversou com o professor sobre seu interesse. Desde então sua vida mudou.

“O esporte modifica o físico, ganhamos disciplina, foco, autoconhecimento, descobrimos até onde podemos chegar, melhora nossa saúde mental e estado psicológico. Tudo para melhor. Me sinto mais seguro”, relata, recomendando a prática esportiva.

Escolinhas de karatê de Araucária
Anderson é um dos 600 alunos que treina gratuitamente nas escolinhas de karatê de Araucária. São 5 polos: no CAIC, no Plínio, no CSU, no Parque Cachoeira e no Capinzal. Todo ano abrem inscrições para crianças (com idade mínima de 4 anos) e adultos. Informações podem ser obtidas pelo telefone 3901-7900.

Outros Destaques
Araucária conta com atletas de alto nível que se destacam regional, nacional e internacionalmente. Wesley Nascimento é outro exemplo. Com apenas 18 anos, Weslei acumula as conquistas dos campeonatos Brasileiro, Sulamericano e Panamericano Sub-21 (segundo a Secretaria de Esporte e Lazer de Araucária, é a 1ª vez que um atleta do Paraná realiza esta façanha em um único ano). Além da participação no Campeonato Mundial de Karatê Sub-21, disputado este ano na Espanha.

Durante os 16 anos de projeto das escolinhas de karatê mantidas pela Prefeitura, foram várias as conquistas, sejam elas sociais ou esportivas. Entre os resultados esportivos se destacam:
28 atletas integrantes da Seleção Brasileira (desde 2007)
10 Títulos de Campeão Brasileiro
8 Títulos de Campeão Sulamericano
2 Atletas 4º Colocado no Mundial
5 Títulos de Campeonato Brasileiro Universitário
5 Títulos de Campeonato Panamericano
09 vezes Campeão Estadual (município)
08 vezes Campeão Jogos da Juventude do Paraná (município)
05 vezes Campeão Jogos Abertos do Paraná (município)

Foto: Rafael Nunes/SMCS.

Data da Publicacão: 15/12/2017